Pesquisa
Fechar esta caixa de pesquisa.

A oração Pompeiana - história, conteúdo, significado

A Oração Pompeiana é uma oração antiga que teve origem na cidade de Pompeia. Foi encontrada na parede de uma das casas em Pompeia, após a erupção do Vesúvio em 79 DC. Esta oração é um dos achados arqueológicos mais importantes relacionados com a religião da Roma antiga.

História da descoberta

A história da descoberta da oração pompeia é interessante e cheia de reviravoltas e reviravoltas inesperadas. A oração foi descoberta em 1709 pelo arqueólogo italiano Francesco la Vega. La Vega foi um dos primeiros exploradores de Pompeia a embarcar na investigação depois de o italiano Domenico Fontana ter descoberto a cidade em 1599.

La Vega descobriu a oração pompeiana durante uma das muitas escavações que efectuou em Pompeia. Encontrou-o na parede de uma das casas que tinham sido destruídas pela erupção do Vesúvio em 79 DC. A casa foi uma das muitas que foram descobertas em Pompeia na altura, mas La Vega rapidamente percebeu que a sua descoberta era particularmente importante.

La Vega foi o primeiro a notar que havia uma inscrição religiosa na parede, que era um achado único relacionado com a religião da Roma antiga. Rapidamente percebeu que esta descoberta fornecia informações inestimáveis sobre as crenças e práticas religiosas do povo de Pompeia.

La Vega publicou a sua descoberta em 1709, no livro Pompeiana: La descrizione di Pompei, no qual descreveu as suas pesquisas e descobertas em Pompeia, incluindo a oração pompeiana. Este livro tornou-se uma importante fonte de informação para outros arqueólogos e estudiosos da antiguidade interessados em Pompeia e na religião da Roma antiga.

Conteúdo da oração

A Oração Pompeiana é uma oração dirigida às várias divindades que eram adoradas na Roma antiga. As palavras da oração expressam um pedido de protecção e ajuda para os habitantes da casa onde foi encontrada. A oração inclui pedidos de protecção contra perigos, cura, fertilidade e boa sorte nos negócios.

O texto da oração pompeiana é o seguinte:

"Deae Sanctae, vos rogo et obsecro, ut quidquid ex mea familia est, domo, servis, ancillis, omni familia, in hac ipsa domo, in hac area, hac villa, in hac fundione, in omni loco, ubicumque sunt, sanos, incolumes, felices, valeant, floreant. Ego vos exoro ut quidquid est apud me, quod vobis placet, id habeam, id teneam, id retineam, id conservem, id amplificem".

Tradução:
"Santos de Deus, peço-vos e imploro-vos que tudo o que vem da minha família, da minha casa, dos meus servos, dos meus escravos, de toda a minha família, nesta mesma casa, nesta propriedade, nesta aldeia, nesta siderurgia, em todos os lugares, onde quer que estejam, sejam saudáveis, não sejam feridos, sejam felizes, floresçam. Peço-vos que tudo o que está comigo, que desfrutaram, que eu tive, que guardei, que mantive, que protegi, que prolonguei".

A importância da descoberta

A oração pompeiana é também importante para o estudo da cultura e religião da Roma antiga. Permite-nos ter uma melhor compreensão das crenças e práticas religiosas do povo desta cidade e como estas estavam ligadas à sua vida diária. A oração inclui pedidos de bênçãos para a família, saúde, fertilidade e sucesso empresarial, o que mostra como estas questões foram importantes para o povo de Pompeia.

A Oração Pompeiana ajudou ao estudo da língua da Roma antiga. Contém muitas palavras e formas gramaticais que já não são utilizadas no latim moderno, permitindo uma melhor compreensão de como a língua evoluiu ao longo dos séculos.

A oração pompeia é utilizada no campo da investigação da história de Pompeia. O achado data de uma época em que a cidade era um dos mais importantes centros comerciais e culturais da Roma antiga. Ao estudar a Oração Pompeia, os arqueólogos podem compreender melhor como era a vida quotidiana dos habitantes de Pompeia, quais eram as suas necessidades e interesses, e quais eram as suas relações com outras cidades e culturas da época.

Vale a pena mencionar que a oração pompeiana é uma das poucas descobertas de Pompeia que estão religiosamente relacionadas. Muitas outras inscrições religiosas que foram encontradas em Pompeia foram destruídas ou perdidas. É por isso que a oração pompeiana é tão valiosa para o estudo da antiga religião romana e é uma das mais importantes fontes de informação sobreviventes sobre o assunto.

A oração pompeiana é também importante para a investigação sobre a história das catástrofes naturais. Esta descoberta data do período em que a cidade foi destruída pela erupção do Vesúvio, o que permite uma melhor compreensão da escala e consequências desta catástrofe e de quais foram as reacções dos habitantes à situação.

Em resumo, a oração pompeiana é um achado arqueológico importante que teve origem na cidade de Pompeia. Foi encontrada na parede de uma das casas que foi destruída pela erupção do Vesúvio. Esta oração permite-nos compreender melhor a religião da Roma antiga e a arte da época, dando-nos uma visão única sobre a vida quotidiana dos habitantes de Pompeia. A descoberta ainda está a ser estudada por arqueólogos que estão a tentar compreender todo o seu significado.

Artigos mais interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *