Ovos - valores nutricionais e formas de os comer

mergulhar o pão à mão numa gema de ovo

Outrora considerados insalubres devido ao seu elevado teor de colesterol, os ovos são agora, à luz de numerosos estudos, um dos produtos mais valiosos a incluir na sua dieta diária. Porque é que os ovos são uma grande escolha nutricional e como podemos prepará-los com sabor?

Porquê comer ovos?

Os ovos são um tesouro de valor nutritivo e são ideais para a perda de peso. Um ovo de tamanho médio tem apenas 90 kcal. Tanto as claras de ovo como as gemas são ricas em nutrientes tais como proteínas, gorduras, vitaminas e minerais. A clara de ovo revela-se particularmente importante, pois é considerada uma fórmula devido à sua posse de todos os possíveis aminoácidos essenciais, ou seja, aqueles que não podem ser produzidos no corpo humano. É portanto necessário fornecer-lhes alimentos.

Os ovos são uma rica fonte de vitaminas B: B1, B2, B6, B12. Também contêm ácido fólico, ácido pantoténico, biotina e niacina. São também um tesouro de várias outras vitaminas, tais como A, D, E e K. Igualmente importante é o conteúdo de vários minerais: fósforo, ferro, zinco e selénio.

Os ovos são ideais para uma dieta de perda de peso. Devido à sua considerável quantidade de gordura, dão uma sensação de saciedade durante muitas horas. Isto evita o petisco excessivo entre as refeições, o que consequentemente leva a uma redução no consumo de calorias. Os ovos são também uma grande escolha para pessoas que se exercitam intensivamente. A grande quantidade de proteína de alta qualidade ajuda a fornecer ao corpo um bloco de construção para os músculos.

Maneiras de preparar ovos

Há muitas maneiras de preparar ovos, e a forma sob a qual são comidos já é uma questão de preferência. No entanto, vale a pena distinguir algumas formas básicas e bem conhecidas nas quais podemos servir ovos.

Os ovos escalfados são uma escolha popular. No entanto, é importante manter o líquido gema, que preserva o valor nutricional mais elevado. Para servir ovos sob esta forma, é necessário utilizar uma pequena quantidade de gordura adicional. Isto aumentará ligeiramente o conteúdo calórico total da refeição, mas de um modo geral não é um problema significativo. Contudo, se não quiser usar gordura extra, todo o processo pode ser realizado com água, desde que tenha uma frigideira anti-aderente.

Outra das formas de servir ovos é o ovo mexido, que é uma escolha frequente para o pequeno-almoço. O curto tempo de cozedura significa que os ovos não perdem o seu valor. O pequeno inconveniente pode ser que são geralmente fritos em manteiga ou acompanhados de alimentos gordurosos como o bacon ou salsicha. Se não quiser comer ovos sozinho, vale a pena escolher cebolas, cebolinhas ou tomates como uma alternativa mais saudável.

As omeletes são mais um pequeno-almoço ávido e regular que pode ser preparado de muitas maneiras. Não menos importante é utilizar sempre um ingrediente sólido - os ovos. As omeletes podem revelar-se uma proposta mais cheia, provando também ser uma refeição que podemos levar connosco num recipiente. Servir a omeleta acompanhada de legumes para uma refeição ainda mais saudável.

A mais saudável de todas as propostas possíveis é a de ovos cozidos moles, que, no entanto, nem todos gostam necessariamente. A gema líquida garante que todos os ingredientes valiosos são retidos. Ao não utilizarmos fontes adicionais de gordura, também não aumentamos o fornecimento de calorias.

Pastas de ovos

No entanto, nem todos gostam necessariamente de ovos por si próprios. Há muitos defensores de comer sanduíches ou pãezinhos ao longo do dia. Existe também uma solução para isto, permitindo-lhe desfrutar do pão, por um lado, e dos benefícios para a saúde dos ovos, por outro. Pasta de ovo pode ser o salvador neste caso. Então como se prepara uma pasta para a tornar saborosa, saudável e, ao mesmo tempo, com poucas calorias?

As pastas de ovos são frequentemente associadas a pastas de pão pouco saudáveis e gordurosas. Isto é um pouco verdade porque as pastas são compostas principalmente com base em maionese, o que aumenta fortemente o conteúdo calórico global. Como é que lida com isto?

Em vez de maionese, que é difícil de digerir e calórica, é uma boa ideia utilizar uma combinação de iogurte natural e um pouco de mostarda. Se a pasta não tiver a textura certa, vale a pena adicionar uma gota de óleo de linhaça, o que aumentará significativamente o seu valor nutricional.

Os abacates, um tesouro de ácidos gordos insaturados, são também frequentemente utilizados para fazer pastas. Cebolinho, cebola ou rabanetes são adições ideais.

Resumo

Em resumo, os ovos são uma das melhores escolhas nutricionais que irá funcionar não só para a perda de peso, mas também para a vida. Os ovos são uma riqueza de micronutrientes e macronutrientes. As formas de os preparar são muitas. Podem ser comidos sob a forma de ovos mexidos, omelete, cozidos ou pasta de ovo. A última opção é a escolha para pessoas que geralmente não são fãs de ovos, mas sim de pão. Uma pasta de ovo bem feita pode ser simultaneamente deliciosa e saudável.

Artigos mais interessantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.